Tudo que você precisa saber sobre cheques

Você tem dúvidas se os brasileiros ainda usam cheque? A resposta é: sim! Mesmo que a forma de pagamento favorita seja cartões de débito ou crédito, os cheques, em especial o pré-datado resistem bravamente. Segundo pesquisa realizada em 2018 pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), 8% ainda utilizam cheque pré-datado para realizar compras, ou seja, 16,62 milhões de pessoas. Em média, uma pessoa utiliza cheque nove vezes por ano e os produtos mais adquiridos são: alimentos em supermercados (34%), materiais de construção (20%) e móveis (18%).

Lembre-se: O cheque pré-datado não é regulamentado por lei. Ou seja, pode ser depositado a qualquer momento. Se a conta estiver sem fundos, será cobrada uma taxa de devolução. Por isso, evite problemas certificando-se de que o estabelecimento para o qual você vai passar o cheque é de confiança.

Consumidor: veja alguns cuidados que você deve tomar em relação aos cheques:

  •  Não assine cheques em branco;
  •  Não deixe espaços em branco, para evitar inserções indevidas de palavras e números;
  •  Confira no extrato da conta corrente o débito dos cheques emitidos para pagamentos;
  •  Ao receber o talão, confira os dados e a sequência numérica de todas as folhas;
  •  Em caso de perda, furto ou roubo, comunicar o fato imediatamente ao banco e fazer boletim de ocorrência policial.


Comerciante: veja alguns cuidados ao receber um cheque

  •  Não aceite cheques com rasuras;
  • Solicite o RG para conferir assinatura e foto;
  • Aceite somente cheque preenchido e assinado no ato do pagamento. Evite receber cheque de terceiros;
  • Desconfie de cheques amarelados;
  • Não troque cheques de terceiros por dinheiro e não aceite cheques de terceiros;
  • Independentemente do valor da compra, faça o cadastro do emitente do cheque com todos os dados pessoais (e se for casado, também do cônjuge);
  • Não aceite cheques previamente assinados ou preenchidos.

Leave a Reply